Design     


Mês de design na cidade…     

Mês de design na cidade…

Design é a palavra do momento, em que que todos estão apegados no consumo e no desenvolvimento. Mas qual é a tendência?
Essa é uma pergunta que ouvimos em cada canto do planeta e que refletimos a respeito, mas cada um tem sua opinião. Um tema  polêmico e gostoso, que dá para resumimos em sentimento e emoções próprias.

Por Glen Finch

Aproveitando a semana de design na cidade, a Design Week , que reunirá tendências e design, é hora de garimpar coisas com a sua cara, que complete seu ninho de maneira personalizada para mais tarde dividir com quem ama.

Aproveitando a semana de design na cidade, a Design Week , que reunirá tendências e design, é hora de garimpar coisas com a sua cara, que complete seu ninho de maneira personalizada para mais tarde dividir com quem ama.

Afinal quando o assunto é decoração, é muito mais que colocar uma mesa, uma cadeira, um sofá ou um vaso bonito em algum lugar. Falamos de um ambiente que vamos habitar, residencial ou comercial, e que transmite algo a nós. Reunindo essa experiência ao design , pode-se dizer que não se faz um espaço personalizado sem a reunião das coleções de nossa vida, que contam um pouco de cada um de nós. Nossos maiores segredos: os detalhes!

Cada espaço tem seu referencial em extensão e tempo, pois é do ser humano. Angariar, restaurar, preservar, revitalizar, respeitar as referências da vida, história, sentimentos.

Fácil ver a diferença entre uma casa que segue as tendências e outra que contém emoções. São totalmente antagônicas. É visível que uma torna-se seu ninho, como um passarinho que o faz, graveto a graveto, e a outra, mais parece um mostruário de loja. A vitrine é sonho, mas o ninho é total sentimento. E vida.
Aproveitando a semana de design na cidade, a Design Week , que reunirá tendências e design, é hora de garimpar coisas com a sua cara, que complete seu ninho de maneira personalizada para mais tarde dividir com quem ama. E mostrar a casa como um referencial de amor e carinho, que se constrói ao longo de uma vida inteira, geração atrás de geração. Por isso convido a todos para aproveitar, em todos os detalhes, seu Open deste mês.

Leia Mais

O Encanto do Inverno     

Por Glen Finch

img_glen 2

Chegou a hora de se esparramar no sofá ou na cama, escolher a coberta  mais fofinha do armário, preparar aquele chocolate quente e dar o play no filme

Chegou a hora de se esparramar no sofá ou na cama, escolher a coberta
mais fofinha do armário, preparar aquele chocolate quente e dar o play no filme

Como marinheiro de primeira viagem, escrevo a vocês minhas primeiras linhas no OPEN com o intuito de dividir meu legado na arte da decoração e coisinhas para a casa. Dicas, comentários, sugestões e muito mais…

Estamos numa época mais do que propícia para se deixar a mão mantas e xales, buscar no armário as generosas xícaras para o chá e chocolate, deixar em ordem aparelhos de fondue e raclete, separar potes para pipoca e fazer um bom estoque de guloseimas. Tudo é pretexto ou motivo para reunirmos os amigos e a família, e desfrutar em casa a companhia dessa gente querida.
Por isso inspire-se nas ideias que selecionamos. Cada uma de maneira diferente, com conforto, aconchego, calor e gostosuras para você dividir com quem quiser, já que as noites se tornam frias e longas, e nada melhor do que colocar a leitura em dia ou os filmes tão esperados do cinema, agora na sua TV. Chegou a hora de se esparramar no sofá ou na cama, escolher a coberta mais fofinha do armário, preparar aquele chocolate quente e dar o play no filme. Mas se a ideia é correr para fora de casa, não deixe de aproveitar as sugestões do nosso jornal para restaurantes e filmes no cinema, acompanhado de alguém especial. Certos de que o programa é bom, desejo a todos vocês umas ótimas férias onde estiverem.

Aproveitem bem o inverno pois é um ótimo pretexto para você relaxar e tornar a vida mais gostosa ….

#FICAADICA

Leia Mais

No sangue e no coração     

No sangue e no coração

Apaixonado por arquitetura, Glen Finch atribui seu sucesso ao conseguir entregar sonhos. Em mais de 20 anos, se tornou o responsável por muitas obras em Alphaville, bairro líder em urbanismo no país, e projetos internacionais, na Argentina e Inglaterra

Alguns dos projetos do arquiteto inglês, radicado no  Brasil desde 1979. A partir da próxima edição, Glen assinará uma coluna no OPEN

Alguns dos projetos do arquiteto inglês, radicado no Brasil desde 1979. A partir da próxima edição, Glen assinará uma coluna no OPEN

Siga confiante na direção de seus sonhos, renove a casa, viva a Vida e usufrua da imaginação de um arquiteto. Esse é o lema de Glen Finch, inglês radicado no Brasil desde 1979, reconhecido por seus trabalhos de arquitetura simples, porém muito bem elaborada, com traços retos e uso de materiais naturais e sofisticados. Formado pela Faculdade de Belas Artes, é um dos pioneiros na aprovação de diversos projetos em Alphaville, bairro líder em urbanismo. “Meu trabalho hoje é definido como um conjunto de ideias que se integram entre as necessidades do cliente na realização de sonhos”, diz o arquiteto, que também é responsável por obras residenciais, comerciais e corporativas na Argentina e Inglaterra. “Como dizia meu pai, o segredo de um bom profissional não está na beleza das coisas que se faz, mas sim nas emoções que se faz sentir ao entregar um sonho a alguém”, filosofa. O pai de Glen, aliás, teve papel muito importante na escolha pelo caminho da arquitetura. “Sou filho de um engenheiro mecânico e naval. Cresci vendo meu pai desenhar numa prancheta, o que me deixava fascinado. Vivia em meio às obras das casas que meu pai reformava, antes da nossa entrada, para adaptar ao nosso melhor uso e distribuição familiar”, relembra “Eu o acompanhava e dava palpites como filho mais velho e companheiro de empreitada, mas com um toque a mais de charme e plástica que meu velho não tinha” Daquela época, se passaram mais de 20 anos, mas Glen continua com a mesma paixão pela arquitetura, inicialmente herdada do pai, mas ao longo do tempo, desenvolvida e aprimorada pelas inúmeras obras que rea-lizou. “Fico feliz pela confiança que me atribuem. E essa parcela de carinho que depositam no meu trabalho. Que Deus me dê a graça de continuar por muitos anos”. Que assim seja, Glen!

Glen Finch Arquitetura
Al. Lorena, 2122 – Jardins – SP – (11) 3082.9673
www.glenfinch.com.br

Leia Mais

A ARTE da IMAGEM     

A ARTE da IMAGEM

Galeria aposta em fotografias como arte mais acessível e decoração de ambientes

Com um acervo de mais de 30 fotógrafos, imagens são vendidas com preços que vão até R$ 4 mil

Com um acervo de mais de 30 fotógrafos, imagens são vendidas com preços que vão até R$ 4 mil

 

A fotografia também é obra de arte. Pelo menos na visão de algumas pessoas, é uma representação contemporânea de uma arte que como nos grandes mestres vem através de duas coisas: a inspiração e o olhar de quem as faz. Ou melhor, as cria. Na visão de outros, ainda, a “vantagem” da fotografia é ser mais acessível para quem quer estampar sua personalidade em ambientes que mora ou trabalha. Dentro dessa concepção, os sócios Fernando Palmisano e Geraldo Machado inauguraram a Galeria Porão, na Vila Madalena, com a intenção de democratizar a arte através da fotografia. “As fotos representam os interesses das pessoas, por isso muitos clientes optam pelas fotografias como obras de arte. Além disso, têm a vantagem do custo baixo e cabem em qualquer ambiente”, diz , a arquiteta Ana Luiza Addor, do Estúdio Cidade, responsável pelo projeto da Galeria Porão, onde se encontra um acervo de obras de mais de 30 fotógrafos sob a curadoria de Marcos Varanda. Podem ser encomendadas em tamanhos Clássico (20 x 30 cm), Galeria (28 x 42 cm), Grande (40 x 60 cm), e Colecionador (80 x 120 cm). Destaque para o acabamento, que pode ser em papel algodão com qualidade de museu, em moldura branca, preta ou tabaco, ou com a impressão metacrilato, termoplástico transparente que dispensa moldura e produz uma sensação de profundidade e tridimensionalidade nas fotografias. Os preços variam de R$ 299 a R$ 4 mil.

 
Galeria Porão
Rua Aspicuelta, 145
Vila Madalena
De terça a sábado: 11h – 20h
Domingo: 12h – 18h

Leia Mais

FAÇA-SE A LUZ…     

FAÇA-SE A LUZ…

Os letreiros de néon viram tendência de decoração para interiores

Uma frase ou um desenho: letreiro de  neón pode dar um up na decoração de sua casa, mas em ambientes mais neutros.

Uma frase ou um desenho: letreiro de
neón pode dar um up na decoração de sua casa, mas em ambientes mais neutros.

Uma nova tendência de decoração está cada vez mais ganhando adeptos e conquistando espaço em casas residenciais: letreiros de neon. Isso mesmo. Antes, sinônimo de fachadas de bares, boates e espaços comerciais, agora virou um inusitado componente de decoração. E de expressão, como opina o designer de interiores Marco Dias Reis. “É um grande diferencial, além de extremamente charmoso, que remete ao vintage”, diz. Ele que também se rendeu à novidade e instalou um letreiro em seu ambiente, o Quarto do Casal, na mostra Morar Mais Por Menos 2014. “Um letreiro grande comunica ousadia, já um menor traz um toque delicado ao ambiente”, opina. E explica: a grande diferença entre um letreiro residencial e um comercial está na forma de dispô-lo no espaço.
“Em casa dá para montar cenas bem criativas, basta usar esse recurso em pontos estratégicos. Uma boa dica é utilizá-lo em cima de uma cabeceira ou na sala de estar”

No seu Quarto do Casal, por exemplo, Marco aposta na frase ‘O amor pira’, que faz menção ao sentimento dos donos do espaço. Mas diz que os desenhos também podem fazer sucesso e dar um up na decoração, desde que sejam os protagonistas, e não fique over. Para tanto, o melhor é apostar em um ambiente mais neutro. “Vale tudo! A escolha vai depender muito da personalidade dos moradores da casa”, finaliza.

Leia Mais

Um brinde à CRIATIVIDADE     

Com programação sobre arte, design e arquitetura, evento homenageia o designer carioca Zanini de Zanine

Beto Cocenza, curador do BOOMSPDESIGN

Beto Cocenza, curador do BOOMSPDESIGN

Em sua sétima edição, o BOOMSPDESIGN, plataforma de negócios e discussão sobre arquitetura, arte, e claro, design, desta vez chega com novidades em seu formato. Além de reunir e trazer ao Brasil o que há de mais importante desse universo, com conteúdos, tendências mundiais e grandes nomes tais como Sérgio Rodrigues, Karim Rashid, Harry Allen, Ruy Ohtake, Craig Robins, Todd Bracher, Dror Benshetrit, Chad Oppenheim, Matali Crasset e Tom Price, que já marcaram presença no evento, desta vez o curador Beto Cocenza elegeu um tema para debate: o universo criativo brasileiro.
Também terá uma homenagem a Zanini de Zanine com uma exposição de suas principais criações. Como profissional do ano do BOOM, o designer carioca terá suas obras expostas em todos os andares do Shopping D&D, espalhadas pelos corredores. Além disso, serão apresentados produtos industrializados, de edições limitadas e lançamentos desenhados pelo jovem designer, e o fórum de debates, com programação que conta com o paisagista Gilberto Elkis, os arquitetos Jader de Almeida e Paulo Alvesa, além de Juliano Kimura, o CEO da Trianons (empresa especializada em inovação digital e gestão de redes sociais). O evento acontece entre os dias 14 e 31 de agosto no D&D Shopping, em São Paulo.

 

Leia Mais