Gastronomia     


Coisa boa, tchê     

Coisa boa, tchê

Sabores do sul do Brasil invadem o Itaim no novo restaurante Herdade

Além das receitas tradicionais dos pampas gaúchos,  a casa ainda traz azeite de fabricação própria e sucos artesanais

Além das receitas tradicionais dos pampas gaúchos,
a casa ainda traz azeite de fabricação própria e sucos artesanais

Sabe aquelas inconfundíveis receitas da vovó, bem ao clima dos pampas gaúchos? Ravióli de queijo colonial ou aquele frango marinado lentamente e servido com quirera cremosa… Só de pensar dá água na boca, não é? Pois a boa nova é justamente para quem ama a gastronomia gaúcha, e nem vai mais precisar ir tão longe… É só dá uma passadinha no novo restaurante Herdade, no Itaim Bibi. Lá, tem todas essas receitas herdadas entre gerações – daí o nome da casa – das mais regionais de fazenda até a cozinha moderna que alia a culinária orgânica e artesanal do sul do País ao conceito de contemporaneidade…
Comandada pelo enólogo e sommelier gaúcho Guilherme Caio, o restaurante vai além da cozinha e traz também produção própria de azeite de oliva em
Pinheiro Machado, no Rio Grande do Sul (região próxima à fronteira com o Uruguai), frutas (uva, amora, mirtilo e framboesa) e sucos artesanais espalhados pela Serra Gaúcha. Fora as massas e pães feitos diariamente no Herdade. O chef Danilo Uglar é quem está à frente da cozinha e aposta em um menu enxuto, mas repleto de boas surpresas e histórias ancestrais. Entre as receitas, destaque para o
Gnocchi de mandioquinha com caldo de tutano e cogumelos naturais (R$ 44), feito com mandioquinha e batata baroa, e mantendo a tradição gaúcha, as carnes e os braseados: Filé de costela gaudéria com rösti de aipim e salada verde e Stinco de cabrito braseado com purê de berinjela e hortelã. Culinária de raiz, que enriquece o paladar e não tem jeito: deixa aquele gostinho de quero mais.

Herdade Restaurante
www.herdade.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 4199 – Itaim Bibi
Tel. 11 3849-0589

Leia Mais

PARA QUEM NÃO RESISTE A UM HAMBÚRGUER…     

PARA QUEM NÃO RESISTE A UM HAMBÚRGUER…

Dez anos após inaugurar a Hamburgueria Nacional no Itaim, chef Jun Sakamoto leva o famoso hambúrguer para Moema

img_hn

Nova casa de Jun Sakamoto (foto) mantém o chamado hambúrguer gourmet, “montado” ao gosto do freguês

Nova casa de Jun Sakamoto (foto) mantém o chamado hambúrguer gourmet, “montado” ao gosto do freguês

Mesmo de origem norte-americana, o hambúrguer é uma paixão dos brasileiros. Não à toa, grandes redes fast-food que oferecem essas delícias como carro-chefe fazem tanto sucesso por aqui. Mas como o Brasil é e sempre será o país da criatividade, até a especialidade da terra do “Tio Sam” ganhou novos ares… Estamos falando do hambúrguer gourmet, montado a gosto do freguês. Uma das precursoras dessa tendência é a Hamburgueria Nacional, que há dez anos é point no Itaim, e agora está em novo endereço no charmoso bairro de Moema, sob o comando do empresário e chef Jun Sakamoto, dono também do restaurante japonês Junji Sakamoto. Com projeto assinado pelo arquiteto Otávio De Sanctis, o novo espaço da Hamburgueria Nacional mantém o preparo da carne na salamandra, com fogo aplicado por cima, para que a gordura não permaneça nela e escorra através do apoio, que é aberto, e o hambúrguer fique rosado e macio por dentro. E preserva o cardápio flexível, com o menu criado por Jun, mas que dá a opção de a pessoa “montar” o próprio lanche com ingredientes que vão do tradicional tomate ao shiitake e pimenta biquinho, além de beirutes, saladas, grelhados e pratos leves. A lanchonete ainda traz outras boas opções como a albacora, de atum fresco, ao molho teriyaki e rúcula, o cachorro quente que acompanha mussarela ou cheddar, beirutes de rosbife, saladas e até pratos mais leves, como o Tartar de filé mignon, o Sukiyaki, ou um grelhado.

Haburgueria Nacional – Moema
Av. Ibirapuera, 2835 – SP
Telefones: (11) 2628-2899 / 2628-2900
www.hamburguerianacional.com.br

Leia Mais

Town Sandwich     

Town Sandwich

Por Melissa Fernandes

Sanduicheria cool

img_meli

Lugar moderno e agradável, cheio de detalhes que  foram pensados com carinho. O cardápio é enxuto e  cheio de excelentes sanduíches.

Lugar moderno e agradável, cheio de detalhes que
foram pensados com carinho. O cardápio é enxuto e
cheio de excelentes sanduíches.

Vi o Lucas, um dos donos da Town, crescer. Orgulho em ver o homem em que se tornou. Trabalhador, detalhista, criativo, sério e ao mesmo tempo tão doce. Lucas abriu a Town com mais dois sócios, Dionisios Vossos e Danilo Belfort. O lugar é moderno e agradável, cheio de detalhes que foram pensados com carinho. O cardápio é enxuto e cheio de excelentes sanduiches.
O mais pedido (e lindo!) é o de lula com bacon, cebola roxa, tomate cereja, uva e molho tártaro no pão de leite. Delicioso!
Outro destaque é o sanduiche de rosbife, que combina cebola, tomate confit, alface e maionese verde no pão português.
E há opções para todos os gostos como o de ragu de costela (saborosíssimo!), salmão defumado ou um mais clássico de mozzarella de búfala com tomate.
Para acompanhar, tem que pedir uma das opções de batata frita. A melhor que já comi! Muito crocante.
Comenta-se que as quantidades não são tão generosas, mas eu comi super bem! E quer saber? É a oportunidade para experimentar mais um!:) Também pode pedir para viagem no balcão aberto para rua ou tomar um drink no parklet em frente.
Vale muito a visita!

Town Sandwich
Rua Dr. Melo Alves, 445 – Jardins
Tel: (11) 3062.6757

Leia Mais

Ora, pois…     

Bacalhoeiro oferece o melhor da cozinha portuguesa, com clássicos da gastronomia lusitana e doces de fabricação própria

Além do menu, as pessoas podem levar  os doces portugueses e vinhos para casa

Além do menu, as pessoas podem levar
os doces portugueses e vinhos para casa

Para os amantes da gastronomia portuguesa, a boa dica é o famoso e premiado Bacalhoeiro Restaurante, que desde 2009, é referência aos que apreciam as receitas lusitanas, das mais famosas como a bacalhoada até as mais exclusivas como os doces artesanais e de fabricação própria do restaurante. Com menu assinado pelo chef Francisco Everaldo, o cardápio conta com clássicos da cozinha portuguesa, além de receitas de família do empresário Anselmo Neves, proprietário do local. Lá, destacam-se o Bacalhau do Manuel, posta dourada no azeite, com brócolis, batata sauté, tomates e azeitonas pretas e o Bacalhau no Forno à Portuguesa, posta grelhada acompanhada de cebola, alho, ovo, brócolis, tomates e batatas. Ainda tem as carnes, saladas, camarões e sopas, como o tradicional Caldo Verde com Chouriço, que leva couve, batata, cebola, alho e azeite, o Lombo de Porco Preto, que acompanha arroz de brócolis e o Arroz de Frutos do Mar, com camarões, tamboril, lula, polvo e mexilhões. Para sobremesa, vale experimentar Ovos Nevados que são claras de ovos recobertas por uma camada de leite-creme, com fios de caramelo (semelhante ao creme brulée). Deu água na boca? É só correr para lá!

Bacalhoeiro Restaurante
Rua Azevedo Soares, 1.580
tel.: (11) 2293 1010
bacalhoeiro@bacalhoeiro.com.br | www.bacalhoeiro.com.br

Leia Mais

Bon Voyage     

Café Voyage tem carta assinada pelo premiado mixologista Marco de La Roche e traz diferentes tipos de cafés, além drinks e petiscos

Com drinks, cervejas artesanais, e claro, café, nova casa no Itaim é novo ponto de encontro

Com drinks, cervejas artesanais, e claro, café, nova casa no Itaim é novo ponto de encontro

O nome Café Voyage remete simplesmente ao cafezinho. Mas apenas servir a famosa paixão nacional não é a única proposta da cafeteria recém-inaugurada no Itaim Bibi, em São Paulo. Na verdade, vai muito além… Para começar, o lugar traz uma carta de drinks e petiscos assinada por Marcos de La Roche, premiado mixologista e um dos embaixadores da bebida no País, pela Associação Brasileira de Café. Também tem menu para café da manhã, almoço e jantar, com pratos rápidos, bolos e pães caseiros, além, é claro, de diferentes preparos de café. O ambiente é outra coisa que chama atenção na nova cafeteria: inspirada em casas europeias, tem uma decoração com pegada meio retrô, mas é bastante moderna e cosmopolita. Nas paredes, chama a atenção os pôsteres de capitais espalhadas planeta afora e objetos de viagem e de memória dos sócios, o casal de advogados, coffee lovers e viajantes inveterados, Cacá e Fabio Hakim. Uma ótima referência ao nome do lugar. “O Voyage tem uma proposta similar à das cafeterias europeias, que vão muito além da xícara de café. São espaços de convivência, trabalho, lazer, boa gastronomia e boa coquetelaria”, diz Cacá Hakim. No mais, promete virar ponto de encontro para quem não dispensa um bom cafezinho a qualquer hora do dia, principalmente aos especialistas em degustação já que a cafeteria tem um La Marzocco FB/80, italiana considerada a melhor máquina de café expresso do mundo.

Café Voyage
Rua Professor Atílio Innocenti, 439 – Itaim Bibi
Tel: (11) 11 3045-5792 / 3045-5031

Leia Mais

Rainha das Empanadas     

Celebrando um ano de existência, o La Guapa é endereço certo para quem aprecia empanadas e doces artesanais.

“Não é um restaurante, e sim,  um pequeno café de empanadas, algo  que em outros lugares é muito comum”,  diz a cozinheira argentina Paolla Carosella

“Não é um restaurante, e sim, um pequeno café de empanadas, algo
que em outros lugares é muito comum”, diz a cozinheira argentina Paolla Carosella

O La Guapa, casa de empanadas artesanais e café, fez um ano de vida. Nasceu do desejo da cozinheira Paola Carosella em unir suas referências latinas de culinária a um novo modelo de atendimento para quem deseja comer bem, mas não tem muito tempo. Ao lado do empresário Benny Goldenberg, deu forma à casa, hoje um sucesso, com dois pontos em São Paulo – um no Itaim e outro na Livraria da Vila, nos Jardins. A seguir, uma entrevista com Paola, em que ela relembra histórias e fala do La Guapa.

OPEN: Quais as lembranças que hoje influem no seu trabalho?
Paola Carosella: Nasci na Argentina, numa família de imigrantes italianos, onde as mulheres plantavam, colhiam e cozinhavam. Cresci na horta, no pomar, rodeada de galinhas e coelhos. Meu avô era um grande pescador e caçador. Então, a minha história familiar marcou muito o meu caminho da cozinha. Está presente no que eu faço. A cozinha é uma forma de expressão sensível as minhas experiências: tudo o que me rodeia e tudo o que acontece comigo me influência de alguma forma.

OPEN: Por que seguiu o caminho da culinária?
PC: É o que eu faço, o que amo e o que me dá alguma certeza, o que entendo, o que me acalma. Trabalhei em Buenos Aires, Paris, na Califórnia, no Uruguai, e vim a São Paulo para dirigir a cozinha do Figueira Rubaiyat. Em 2003 abri o Julia Cocina, um restaurante pequeno que me deu enorme prazer, muitas dores, muito aprendizado e vários prêmios. Em 2008, o Arturito, com foco na cozinha clássica mediterrânea. E em 2014, veio o La Guapa, um pequeno café de empanadas, feitas com o mesmo cuidado de um restaurante, mas num ambiente de café, e com preços de café. Em breve iremos incorporar mais doces artesanais e algumas outras delícias.
La Guapa Empanadas
Rua Bandeira Paulista, 446 – Itaim
Livraria da Vila – Al Lorena, 1731 – Jardins

Leia Mais