TRAÇO PERFEITO     


Vanessa Silveira, referência em micropigmentação fala sobre como ter um rosto mais bonito pela técnica que anda revolucionando os tratamentos estéticos
de correção de falhas na pele

Vanessa Silveira

Vanessa Silveira

 

Embora seja uma técnica utilizada no Brasil, nem todo mundo sabe o que é a micropigmentação. Pois bem, é um processo que tem o objetivo de implantar pigmento na pele e assim corrigir falhas na pele, no couro cabeludo, olhos e até sobrancelhas. Mas como qualquer tratamento estético, é uma técnica que exige um bom profissional para que o sonho da correção não se torne um pesadelo de um efeito super artificial ou pesado. “Um profissional sério e qualificado é fundamental para um resultado satisfatório. Uma micropigmentação bem feita equivale a uma plástica bem sucedida”, diz a micropigmentadora Vanessa Silveira, referência no Brasil sobre o assunto, mestra em Micropigmentação Fio a Fio 3D e diretora do Instituto Vanessa Silveira, em São Paulo.
Além disso, é importante que o profissional e o paciente sigam cuidados essenciais de higiene e assepsia para evitar qualquer tipo de infecção no local onde foi feita a micropigmentação. O ambiente tem que estar extremamente limpo assim como as mãos do micropigmentador que deve usar material de boa qualidade e descartável. Mesmo não sendo algo invasivo, existem riscos que devem ser levados em conta como a pigmentação no contorno dos olhos, por exemplo. “Como a pele da pálpebra é fina e, neste local, existem muitos vasos sanguíneos, pode surgir problemas como migração ou expansão de pigmento. Somente um profissional habilitado tem condições de trabalhar de forma segura, garantindo um olhar bonito sem causar riscos à saúde”, completa Vanessa.
Se tiver esses cuidados por parte do profissional que deve ser de extrema confiança e do paciente na pós pigmentação e seguir todas as orientações, é possível sim delinear e corrigir aquelas pequenas falhas que tanto incomodam e ter um rosto mais bonito. “É necessário usar durante a primeira semana uma pomada lubrificante, para ajudar a fixar o pigmento. Neste mesmo período evitar sauna, coçar, vapores de panela, banho quente, sol, mergulho no mar ou piscina. Para aplicação nos lábios, além desses já descritos, evitar também beijar na boca e ingerir crustáceos”, aconselha.
Além disso, Vanessa alerta para a escolha dos pigmentos das sobrancelhas, por exemplo, para que o efeito seja mais natural e delicado possível. “Nas loiras, um castanho, nas morenas, o marrom. Nunca o preto, que dá aquela cor azulada com o passar do tempo”. Se seguir todos esses passos, pode se ter um resultado que suavize os traços femininos e dessa forma, ficar mais bonita. No Instituto Vanessa Silveira, se encontra muitos processos de correção.
Os procedimentos da clínica são: micropigmentação capilar; sobrancelhas fio a fio 3D; de contorno de olhos; de preenchimento e contorno de boca; de manchas e cicatrizes; de aréolas de seios; de blush e de estrias. Além disso, tem a correção de micropigmentações antigas; design de sobrancelhas; colocação de cílios, fio a fio; permanente e tintura de cílios e micropuntura nas linhas de expressão.

 

Clinicas Vanessa Silveira
Unidade Brooklin: Av. Morumbi 7813 – (11) 2579-3500
Unidade Madalena: Pça Américo Jacobino 93 – (11) 3554-8100
www.vanessasilveira.com.br